Whisky puro, com água ou gelo? Eis a questão…

02

O whisky divide opiniões: alguns preferem a bebida no seu estado puro e outros preferem adicionar água ou gelo para aperfeiçoar os seus sabores e aromas principais. Saiba quando deve adicionar água ou gelo a um uísque e descubra seus sabores mais profundos.

Durante uma prova de uísques no barril, quando ele se encontra no seu estado puro, a adição de água fria ou gelo (um ou dois cubos) pode ser feita nas bebidas 50% de volume de álcool para facilitar e beneficiar a sua ingestão. Ao adicionar água fria ou uma ou duas pedras de gelo, os sabores e os aromas que possam estar perdidos começam a emergir, o que faz com que a queima do álcool fique menos perceptível.

Na prova de uísques com um volume de álcool entre os 45% e 50%, existe quem defenda que devem ser reforçados com água ou gelo e outros que criticam a sua utilização. Os que defendem a adição de água ou gelo, acreditam que um pouco de água ou gelo ajuda a reduzir o ardor do álcool, permitindo-lhes detectar algumas nuances subtis no espírito do uísque.

Por outro lado, outros consideram que a adição de água ou gelo pode fazer com que o espírito do uísque fique mais fino e isso faz com que o seu paladar seja mais aguado. A melhor maneira de determinar o método que se aplica a si é o da experimentação, onde conhecerá o sabor certo e o errado.

Em provas de uísques com 40% de volume de álcool, como por exemplo o Jack Daniels é, por norma, apreciada sem qualquer tipo de água ou gelo. Um uísque com 40% de volume de álcool já foi cortado na destilaria e pode não precisar de mais água ou gelo. Em todo o caso, o paladar será sempre o elemento final dessa decisão e se preferir beber o seu uísque com gelo é livre de o fazer (via http://migre.me/wq4wR).

Sem mistério, né?

Então, aproveite a inspiração pra passar aqui na adega e escolher seu rótulo de whisky preferido para degustar do jeitinho que você gosta. 😀

Deixar uma resposta

Seu email não será publicado