Sabe como é feita a grapa?

V1

Nascida como uma forma de aproveitar o bagaço da uva dispensado na produção do vinho, a grapa – assim como a nossa cachaça – já teve status de bebida de segunda. Até que há cerca de 200 anos surgiram as grapperias, destilarias especializadas na bebida que não se contentavam com o bagaço.

As uvas merlot, pinot noir, tokaj friulana e cabernet sauvignon são comprimidas com casca e colocadas sob vapor. O processo extrai dos bagaços fermentados o conteúdo alcoólico. Na destilação, em baixa temperatura, acontece a concentração e a separação da polpa, passando, em seguida, pela purificação e condensação.

Para saber se a grapa é boa, coloque algumas gotas no dorso da mão, esfregue e aspire. Se tiver aroma de azeitonas, não é boa. Ela deve ter aroma de uva ou de álcool.

A grapa é uma bebida sem frescura, no melhor sentido. Pode ser guardada de pé e consumida em temperatura ambiente, gelada ou em drinques (viahttp://migre.me/ww85z).

Aproveite pra se inspirar e passar aqui na adega para conferir nossos destilados! 😀

Deixar uma resposta

Seu email não será publicado